quinta-feira, 23 de março de 2017

OLHO A ROSA NA JANELA Iura Breyner Botelho




Olho a rosa na janela
Sonho um sonho pequenino: se eu pudesse ser menino, eu roubava aquela rosa; e ofertava todo prosa à primeira namorada, neste pouco ou quase nada, que eu dizia ao meu amor... o meu Amor!!!...
Olho o sol findando lento, sonho um sonho de adulto: minha voz na voz do vento indo em busca do Teu Vulto! E o meu verso em pedaços, só querendo o Teu perdão; eu me perco nos Teus passos... e me encontro na Canção!... 
Ai, Amor, eu vou morrer buscando o Seu Amor!!...
Ai, Amor, eu vou morrer buscando o Seu Amor!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário abaixo: