sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

"Retrato" Eugênio de Andrade

"No teu rosto começa a madrugada.
Luz abrindo,
de rosa em rosa,
transparente e molhada.
Melodia
distante mas segura;
irrompendo da terra,
quente, redonda, madura.
Mar imenso,
praia deserta, horizontal e calma.
Sabor agreste.
Rosto da minha alma."
(Eugênio de Andrade, in "Retrato".)






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário abaixo: