sábado, 18 de fevereiro de 2017

POEMA: Aprender a Ser - Rubem Alves




"Um dia,
encontrar-te-ei na rua,
não te direi. Documentos!
Não sou autoridade,
mas com autoridade
tocar-te-ei as mãos.
me farei pedido,
perdido
de conhecer-te,
em pele,
em ossos,
em carnes
e beijos.
Um dia,
durante a noite,
sentar-me-ei na praça,
verte-ei passar
e talvez por medo,
finja não conhecer-te,
aguarde outra vida,
um eu melhor,
que me ame,
antes de amar-te,
Vênus..."
(Branco Almeida, in "Um dia".)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário abaixo: