quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Ensino-Aprendizagem : um método que deu certo.

Metodologia de ensino recebe prêmio nacional



Prêmio Santander Universidades reconhece técnica que propõe aprendizagem ativa e colaboração entre os estudantes. Alunos apresentaram melhora significativa de desempenho

A metodologia de ensino Trezentos: aprendizagem ativa e colaborativa, criada pelo professor Ricardo Fragelli, da Faculdade UnB Gama (FGA), conquistou o primeiro lugar na edição 2015 doPrêmio Guia do Estudante/Santander Universidades. A técnica, que busca incentivar a colaboração entre os estudantes, foi vencedora na categoria Apoio ao aluno. A UnB também foi premiada na cerimônia, realizada no último dia 19, em São Paulo.
Criada em 2013, a metodologia foi inspirada no filme Trezentos, no qual um pequeno grupo de soldados espartanos ganha batalhas de exércitos mais numerosos. A técnica utilizada na disciplina Cálculo 1, em turmas de mais de 100 alunos, conseguiu reduzir o índice de reprovação na matéria de 50% para 5%, além de minimizar fatores que causam mal desempenho nas avaliações, como ansiedade e nervosismo.
“Ao participar do Trezentos, notamos que é mais vantajoso unirmos esforços, pois os resultados serão muito melhores que o individual”, relata Fragelli. O projeto superou outras 2.848 propostas inscritas noPrêmio Guia do Estudante.
METODOLOGIA - Após a realização de uma prova na disciplinaCálculo 1, a turma é dividida em grupos de estudos, que mesclam estudantes com boas e más notas. Em cada equipe, é escolhido um líder, geralmente o aluno de melhor nota, com objetivo de dar apoio para os estudantes com baixo rendimento, oferecendo nova oportunidade de avaliação.
Aqueles que tiveram notas baixas têm o direito de refazer o teste, enquanto os estudantes com bom desempenho recebem acréscimo na nota de acordo com a melhora dos demais integrantes do grupo.
Izabela Cardoso/ Rei da Derivada
Ricardo Fragelli recebeu oito prêmios nacionais na área de educação
O graduando Erick Fagundes, de Engenharia Eletrônica, destaca que a metodologia funciona. Para ele, o aluno tem uma visão do conteúdo diferente da ministrada pelo professor e, desse modo, pode ensinar aos colegas macetes e outras formas de assimilar a matéria. “Incrível é ver que mesmo pessoas que já saíram da disciplina continuam formando grupos, se ajudando para estudar. A turma toda sai ganhando”, relata.
CARREIRA - Fragelli explica que sempre foi adepto de métodos que estimulam a aprendizagem ativa dos estudantes, fugindo do modelo tradicional de aula. “A ideia é motivar, incentivar a criticidade e a participação”.
Em sua trajetória acadêmica, o docente recebeu oito prêmios nacionais relacionados à educação. Fragelli realiza palestras pelo Brasil sobre a metodologia, adotada também por outros professores da UnB e de outras instituições. O professor também é responsável pelas iniciativas Rei da Derivada e Summaê , métodos que surgiram na sala de aula e hoje viraram grandes eventos.
Izabela Cardoso/ Rei da Derivada
10º Rei da Derivada UnB, um dos projetos para estimular aprendizado 
No último dia 19, Fragelli recebeu o Prêmio Excelência e Qualidade Brasil 2015, promovido pela Associação Brasileira de Liderança. A condecoração o reconhece como profissional do ano e destaque nacional, após indicação e análise de currículo por comissão julgadora. “Foi uma grande surpresa e felicidade”, comemora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário abaixo: