quarta-feira, 20 de maio de 2015

Tema Redação ENEM 2014

Tema Redação ENEM 2014 "Publicidade infantil em questão no Brasil"






Uma rede de encantos

A cultura da opressão, revestida de liberdade e de poder, tem causado inúmeros transtornos para a família.  A mídia empodera o  homem de forma desnecessária e fútil. O desejo se transforma em necessidade, pelo apelo publicitário que cumpre o papel que lhe cabe, que é vender. Sem a intervenção dos pais, a publicidade infantil pode causar sérios danos na formação das crianças. O encantamento pelo produto cria uma  felicidade momentânea  que  mascara a solidão que vai sendo tecida na alma dos pequenos.
É imprescindível que os adultos estejam atentos às consequências dos efeitos da publicidade infantil na tessitura do caráter das crianças.Os pais precisam estar conscientes do quão importante é intervir de modo positivo e imperativo na formação emocional dos seus filhos. O melhor caminho é o incentivo à reflexão, o diálogo amoroso. Incentivar é fazer com que a criança acredite em si mesma, reflita sobre o que deve ou não fazer. Aprenda a avaliar o real valor de cada coisa, e a importância de cada pessoa que com ela convive.  Saber dizer  “não” é atitude positiva e necessária.

Outro aspecto a ser considerado é o fato de super-heróis,participarem das campanhas publicitárias  associando a conquista da força, da beleza e do poder ao uso de  produtos de marcas famosas e de alto custo.No Brasil,medidas já foram tomadas, pelo poder judiciário, a fim de amenizar e até mesmo coibir as propagandas, que despertam nos pequenos, a vocação ao consumismo. A criança é facilmente influenciável  e passa a ser o alvo  dessa rede de encantos.Uma rede tecida.com engenho e arte para seduzi-la.


O filósofo francês Paul-Michel Foucault não acreditava que a dominação e o poder fossem originários de uma única fonte – como o Estado ou as classes dominantes –, mas que são exercidos em várias direções, cotidianamente, em escala múltipla. A publicidade é necessária à política econômica do País. Importante analisar o aspecto criativo das mensagens publicitárias.Trata-se de um gênero multimodal que pode suscitar interessantes leituras e diálogos construtivos entre pais e filhos, professores e alunos.
Foucault via na dinâmica entre diversas instituições e ideias uma teia complexa, em que não se pode falar do conhecimento como causa ou efeito de outros fenômenos. Para dar conta dessa complexidade, o pensador criou o conceito de poder-conhecimento. Segundo ele, não há relação de poder que não seja acompanhada da criação de saber e vice-versa. Com base nesse entendimento, podemos agir produtivamente contra os aspectos negativos da publicidade infantil e fazer dela ponto de partida para suscitar nas crianças o senso crítico e a provocar questionamentos acerca do que é realmente importante para ela.Saber  o que lhe traz uma felicidade mais duradoura.

 As correlações de força entre o que é veiculado pela mídia e o que é legítimo e razoável faz parte de um processo histórico. E os pais necessitam intermediar esse processo entre o que é possível e permitido e o que necessita ser mensurado.A formação ética é permeada pelo discurso, mas é no exemplo, na   atitude adequada, que ela se concretiza.
Que as crianças sejam incentivadas à realizar uma leitura crítica  da vida.Leitura que as tornem hábeis e livres para tecer o próprio caminho. Guimarães Rosa bem o disse: Manter firme uma opinião, na vontade do homem, em mundo transviável tão grande, é dificultoso.




Rosa Maria Olímpio
    em 09/11/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário abaixo: