sábado, 16 de maio de 2015

O amor bate na aorta - Drica Moraes (Carlos Drummond de Andrade)






Essa ferida, meu bem,

às vezes não sara nunca
às vezes sara amanhã.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário abaixo: