sexta-feira, 30 de maio de 2014

Retalhos




Começa a costura. Pequenos retalhos da vida costurados à mão. A alegria ingênua da criança. O desejo incontrolável do adolescente. A independência idealizada do jovem. A real independência do adulto. A voz que se cala por causa do medo.Os desejos e sonhos abafados pela falta de coragem. As tristezas vividas ao longo da vida. Mas aí vem a parte boa. Costura o sorriso de orelha a orelha.Aquele sorriso extravagante.O sorriso que se deu no dia que encontrou o amor de sua vida.A foto com a família. O abraço dos amigos. A gargalhada do bebê. Pega esses momentos, hoje espalhados como retalhos,e junta. Junta e faz poesia. Junta e os faz se tornarem belos aos olhos. Pega esse sorriso que desvaneceu e acende.Pinta, colore, reaviva. É a vida. Não desperdiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário abaixo: