quinta-feira, 20 de março de 2014

Retrato da dor.



Corpo negro arrastado e sem vida: Nem direitos, nem humano http://bit.ly/1nDOeK7

“Depois de rolar lá de dentro e ficar pendurado no para-choque do veículo apenas por um 

pedaço de roupa, o corpo de uma mulher foi arrastado por cerca de 250 metros, batendo

 contra o asfalto conforme o veículo fazia ultrapassagens. Apesar de alertados por pedestres

 e motoristas, os PMs não pararam”.


 Leia no blog do Negro Belchior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário abaixo: