quarta-feira, 15 de maio de 2013

Girassois.



A vida passa. Passa depressa.
Nossos sentimentos ao longo de nossa passagem por aqui, nos fazem semelhantes aos girassóis.Ora, radiantes, iluminados, com o calor do amor, das conquistas e da paz após os temporais. Ora, nos sentimos nublados, mornos, naqueles momentos de espera, em que tudo parece uma mesmice. Estamos na expectativa de vários acontecimentos novos. E eles parecem estar demorando em acontecer. Ora, a noite chega a nossas almas, com as decepções, as perdas, com tristeza de ter um amor não correspondido.
Com o tempo vamos aprendendo a viver cada momento com a intensidade ou com a paciência que o céu requer de nós.
A vida passa. A vida passa depressa.
A vida tem cor, brilho, cheiro, sabor, na exata medida de que necessita nosso espírito para amadurecer e brilhar acima das dores.

2 comentários:

Willmondes disse...

Bravo, bravíssimo, Rosa!

Tão depressa o relógio da vida...

Ótima quinta para você!

rosadaserra disse...

Will,

Reflexões. Somente reflexões. Quisera eu ter o dom de poetar acerca de tudo.

Um dia de sol em sua alma de menino.

Abraço, Rosa Maria

Postar um comentário

Faça seu comentário abaixo: