quarta-feira, 20 de outubro de 2010

PARTO SEM DOR

O primeiro parto
Quando é chegada a hora dele sair do meu ventre, onde estava protegido, alimentado, aquecido é o momento em que o elo é partido. Ele terá de sobreviver com meus cuidados constantes, vigilantes e começará o longo caminho de aprendizados.

Segundo parto

Depois de tanto tempo juntos, ensinando, protegendo, alimentando, ele vai embora procurar o seu caminho sem a minha presença. É difícil, doído. A saudade aperta, a preocupação é constante.

Terceiro parto
Esse é definitivo. É quando ele encontra um amor. A partir dai a minha presença já não é mais necessária. Ele seguirá a sua vida e terá a sua própria família.
Então, o ninho fica vazio. Até que venham os netos.

O TEXTO É DE AUTORIA DA BERÊ.
O TÍTULO É DE MINHA AUTORIA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário abaixo: