sexta-feira, 18 de junho de 2010

O POETA NÃO MORRE!


O poeta lapida a madeira,transforma mentes e corações,
e faz surgir flores e cores,ursos e pássaros...
Há vida e beleza perene nesse homem que amou e
viveu da palavra.Nesse que fez da palavra
seu canivete,seu pincel!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário abaixo: